entre em contato conosco
  • LinkedIn ABX
  • Facebook ABX

Alameda Terracota, 185 - Sala 716

Bairro Cerâmica, São Caetano do Sul

​​

Tel: (11) 2376-4412

contato@abxconsulting.com.br

Mídias Recentes
Please reload

Branding, Brand Equity... Tudo isso vai muito além que um logo bem feito!

23.03.2018

 

 Quando falamos em marca e branding a grande maioria das pessoas já pensam em logo, nome, identidade visual. Sim, estes itens fazem parte, mas branding e posicionamento de marca vão muito além de um logo bem feito, escolha de cor, etc. 

 

Mas, vamos começar do começo! Tudo começa com uma longa pesquisa de mercado, analisar o ramo que se quer iniciar, quem são os concorrentes, fazer uma boa análise SWOT (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), existe demanda? Como é a oferta? 

 

Ok, já fez sua lição de casa e viu que tem um oceano azul para trabalhar, o que fazer agora? Agora temos que pensar antes do nome, cor, logo, qual será o propósito da sua empresa. O propósito é o que vai te mover, te direcionar para o caminho certo. 

 

Quando uma empresa não tem propósito, ela pode até chegar ao sucesso por um acaso do destino, mas 98% delas ficam vagando até descobrir de fato o que estão fazendo e por que fazem o que fazem. O que move a Coca-Cola? Com certeza não é fazer refrigerante que desentope até vaso sanitário... O propósito da Coca-Cola é trazer felicidade, e por acaso esta felicidade vem em forma de bebida. 

 

Legal. Você tem seu propósito bem definido, sabe o motivo de fazer o que faz e sabe exatamente aonde quer chegar. Ótimo, agora temos que mostrar seu propósito ao mundo e impactar o seu público alvo, chegou a vez da escolha das cores, nome, logo e identidade visual. 

 

As cores costumam estar alinhadas tanto com o seu propósito quanto ao ramo que você atua, por exemplo: se você quiser passar credibilidade, o azul escuro funciona muito bem. Falando por área, geralmente saúde utiliza verde claro, alimentação usa o vermelho, laranja, amarelo... tudo tem uma razão de ser, o vermelho desperta a vontade de comer, já o verde claro dá a sensação de higiene, que é imprescindível no ramo da saúde. 

 

O nome também deve ser algo de fácil memorização, pode até ser em outra língua, mas deve-se tomar o cuidado para não parecer outra coisa quando pronunciado em português. 

 

Juntando as cores e o nome, você iniciará o processo do logo, sendo que este pode ser apenas nominal ou mista, trazendo outros elementos como um símbolo, um objeto. Sempre lembrando que seja o que for, tem que fazer sentido, seu público tem que bater o olho e saber que é você e o que você faz. 

 

Até aqui só falamos de marca, mas depois que uma marca é criada o que devemos fazer? O gerenciamento da marca, ou seja, o branding! É ele que vai consolidar o seu nome no mercado e trazer a força de um público engajado. 

 

Quando sua marca consegue atingir um nível de confiança, ela possui elementos tangíveis (produto) e intangíveis (atendimento, presença nas mídias digitais, relacionamento com o cliente) que contribuem para o crescimento lucrativo, isso se chama Brand Equity, é o que leva o seu público alvo a escolher o seu produto ou serviço ao invés da concorrência. 

 

E como fazer isto acontecer? Primeiro de tudo, você deve sempre empregar o seu propósito em tudo o que faz. 

 

Vamos voltar no exemplo da Coca-Cola, quando assistimos o comercial, seja do refrigerante ou dos sucos, o pano de fundo é o produto, mas o que fica evidenciado de verdade são os momentos felizes que as pessoas estão compartilhando naquela situação, a empresa está divulgando o produto, mas colocando o propósito em primeiro lugar. 

 

Então algumas pessoas me falam: ah, mas a Coca-Cola só faz todo este sucesso porque o refrigerante é superior ao da concorrência. Será? 

 

Um teste cego realizado em 2004 no Texas demonstrou que 50% das pessoas que beberam os copos contendo Pepsi e Coca-Cola sem saber, preferiam o sabor da Pepsi, porém quando colocaram os rótulos nos copos o resultado mudou 75% afirmaram achar a Coca-Cola mais saborosa. 

 

E há pessoas que ainda não acreditem no poder da marca! 

 

Quando se estrutura uma marca e realiza um branding adequado consegue-se sair do campo de batalha, que é a guerra dos preços, do quem dá menos! Você entra em uma ilha deserta, na qual os seus concorrentes não conseguirão chegar nem de jatinho, porque produto se copia e bom atendimento também, mas conseguir seguidores do seu propósito, isto não é facilmente copiado. A Pepsi vem tentando há anos e a Coca-Cola continua reinando. 

 

São diversos fatores que combinados te fornecem este Brand Equity. Se você acha que não consegue fazer sozinho, busque uma consultoria que entende do assunto, com certeza você encontrará o caminho certo para a sua ilha deserta! 

 

 

Please reload